O secretário de Estado da Defesa Social, Paulo Rubim, reuniu-se, na manhã desta quinta-feira (30), no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), com empresários alagoanos. Na ocasião, ele proferiu palestra e reafirmou a parceria do governo com a classe empresarial, visando à obtenção de mais investimentos para a segurança pública.

Durante a palestra, o secretário e os empresários discutiram a questão da segurança a fim de buscar alternativas para diminuição da criminalidade no Estado, por meio da parcerias público-privadas. A doação de equipamentos GPS (localizadores por satélite) à Polícia Militar também foi discutida.

Paulo Rubim falou ainda da realidade que encontrou ao assumir a pasta da Defesa Social, afirmando que foram muitas dificuldades enfrentadas ao longo de um ano de gestão, como a falta de estrutura e a burocracia. Mas garantiu aos empresários que o trabalho realizado até agora já obteve resultados, citando a redução do índice de homicídios, do número de assaltos a bancos e sequestros.

Na oportunidade, o secretário elogiou o trabalho da Polícia Civil com relação ao imediatismo na elucidação de crimes ocorridos em todo o Estado. Citou como exemplo o assassinato do empresário Ironi Fabbris, “o Bigode”, executado com um tiro na quinta-feira da semana passada. Graças à rapidez nas investigações, três acusados de envolvimento no crime foram presos e apresentados, na manhã desta quinta-feira, pela Polícia Civil.

O presidente da Fiea, José Carlos Lyra, ressaltou a importância de encontros com os gestores públicos para discutir questões como segurança púbica, saúde e educação. “Queremos ajudar de alguma forma a diminuir a criminalidade, porque entendemos que também esse é o papel do empresário”, afirmou.