Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira, dia 27, Cássio Cunha Lima e o senador Cícero Lucena, ambos do PSDB, confirmaram que a presidência do partido deve mesmo ficar nas mãos do ex-governador depois que ele retornar de viagem aos Estados Unidos, que deve durar de 3 a 4 meses.

O encontro entre os tucanos também serviu para demonstrar que não há desunião dentro do partido e que as notícias sobre uma suposta aliança sobre entre Cássio e o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, não passam de especulações.

O senador Cícero Lucena fez questão de declarar que tanto o nome dele quanto o do democrata Efraim Morais receberão o apoio de Cássio nas eleições de 2010 ao Governo do Estado.

A campanha, apesar de informal, já deve começar nos próximos meses. Efraim e Cícero devem começar a visitar alguns municípios paraibanos para a divulgação de seus nomes.