O aumento da exploração e produção no campo de petróleo de Alagoas foi a resposta positiva da alta direção da Petrobras, em reunião nesta quarta-feira (25), a solicitação realizada pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes. O encontro ocorreu no Rio de janeiro e o secretário estava acompanhado pelo secretário-adjunto de Minas e Energia, Geoberto Espírito Santo.

Os secretários do governo de Alagoas foram recebidos pelo Diretor de Exploração e Produção, Guilherme Estrella; o gerente Executivo Nacional de Exploração, Mário Carminatti; e o gerente de Exploração Norte/Nordeste, Cristovão Sanches.

Luiz Otavio Gomes fez uma exposição da política do governo de Alagoas na área energética. Mudanças estruturantes, implantação de política de gestão séria, definição da matriz energética, elaboração do Balanço Energético de Alagoas e o funcionamento eficaz do Conselho Estadual de Política Energética (Cepe) foram os pontos destacados. A resposta positiva teve importante impacto, já que os gestores foram recebidos pela diretoria que trata do tema específico da solicitação, que determina a exploração em todo o país e no Nordeste, com Alagoas incluído.  “Mostramos que Alagoas precisa de uma maior presença da Petrobras”, destaca o secretário.

Segundo o secretário, o diretor de Exploração e Produção, Guilherme Estrella, ficou bastante sensibilizado e afirmou interesse em aumentar a exploração nos poços alagoanos. Ele informou que hoje a Petrobras possui quatro sondas realizando a exploração em Alagoas, mas a tendência é aumentar. Ficou definida também a vinda do gerente de Exploração Norte/Nordeste da Petrobras, Cristovão Sanches, no final do mês de abril, para a participação no Cepe e no Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (Conedes) para reforçar o compromisso.   

Luiz Otavio Gomes destaca que a busca por uma maior movimentação da Petrobras em solo alagoano é um instrumento para o desenvolvimento, pois, com a exploração dos poços de petróleo ocorre naturalmente a “geração de mais postos de trabalho, o estado e os municípios recebem royalties e o aumento na arrecadação que será convertido para as obras e ações para o bem-estar da população”.

Ceal

Prosseguindo com as reuniões com o fim de fortalecer a política energética de Alagoas, o secretário esteve reunido com o presidente da Companhia Energética de Alagoas (Ceal) e diretor de Distribuição da Eletrobrás, Flávio Decat, para tratar dos recursos que serão alocados para o Estado de Alagoas nos anos 2009 e 2010. Dentre as soluções que atenderão a crescente demanda que Alagoas vive, por causa da instalação de diversos empreendimentos, o presidente Flavio Decat garantiu que a necessidade da Mineração Vale Verde será atendida em tempo hábil, além de beneficiar a população da região de Arapiraca.

Flavio Decat também informou que a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) também garantia a construção da nova subestação para Maceió que atenderá a demanda de energia elétrica para os novos empreendimentos em construção na grande Maceió. Na ocasião, o presidente destacou o compromisso da Ceal com o desenvolvimento de Alagoas.