A maior parte das vítimas de um dos ataques era formada por peregrinos iranianos que visitavam mesquitas xiitas ao nordeste de Bagdá. O outro ataque aconteceu no centro da capital do país.

O mais grave, com 32 mortos foi num restaurante de uma cidade, 80 quilômetros a nordeste de Bagdá.