O Dia D --Dia da Decisão-- foi comemorado nesta quarta-feira (21) por evangélicos em vários Estados do Brasil. Em São Paulo, a cerimônia foi comandada pelo bispo Clodomir Santos, líder da Universal no Brasil e durou cerca de 1h30.

No início da tarde, artistas como Mara Maravilha e Sula Miranda subiram ao palco, armado no autódromo de Interlagos, na zona sul da cidade. De Londres, o bispo Edir Macedo, instância máxima da instituição no país, falou aos fiéis.

Cerca de um milhão de pessoas participaram do evento, segundo estimativa da Polícia Militar. Segundo o site oficial, porém, 1,5 milhão estavam presentes às 17h30. Em todo o Brasil, a organização esperava 8 milhões.

Trânsito

O prefeito de SP, Gilberto Kassab (DEM), compareceu à cerimônia, onde aprovou o autódromo de Interlagos como "o local para os grandes eventos da cidade". O trânsito, porém, ficou difícil nas imediações do autódromo durante todo o dia. Por volta das 18h50 havia 3 km de retenção no sentido bairro da avenida Interlagos (entre Jurubatuba e Batista Botelho) e 1,3 km no sentido centro (entre Guilherme e Rio Bonito).

"Houve uma interferência, é natural um evento com essa dimensão, mas a interferência seria muito maior se fosse em outro local", disse o prefeito.