Sob uma nova ótica, os alunos do Colégio Marista de Maceió realizam, nos dias 28, 31 de março e 01 de abril, a apresentação do espetáculo Paixão de Cristo. A montagem dirigida por Waleska Durrê tem a participação de 50 atores e figurantes, todos alunos do colégio. Integrantes dos grupos de teatro Horae e de dança, Sobressalto, ambos do colégio, são os responsáveis por uma hora de apresentação.

A chamada do espetáculo incentiva para uma reflexão sobre o personagem principal da história: “Jesus? Que nome é este tão comentado até os dias de hoje? Paixão de Cristo? Que Cristo é este? Está apaixonado por quem? Hoje refletimos sobre o ato de doação e renúncia em favor ao próximo. Sim, apresentamos a Paixão de Cristo. Sim, queremos conhecer Jesus. Saber o que Ele fez por nós, que no decorrer dos dias tentamos esquecer: temos vida, vida em abundância!”

A diretora do espetáculo, Waleska Durrê, diz que peça tem interatividade com o público. “Por diversas vezes a platéia é perguntada sobre os fatos que marcaram a história. Há a participação de crianças e algumas passagens pouco lembradas da Bíblia são mostradas na montagem.

A diretora disse ainda que o principal objetivo é que a lição de Jesus seja compreendida não só pelo público, mas principalmente pelos alunos. “Pedi que eles entrassem de corpo e alma no espetáculo e é isso que está acontecendo”, concluiu.

Os alunos ensaiaram o espetáculo por um mês e pretendem com as apresentações, além de encantar e emocionar o público, arrecadar alimentos para o ‘Projeto Guardião’, desenvolvido com pessoas sem-teto em Maceió.

O aluno Raphael Augusto, de 17 anos, faz parte do grupo de teatro do Marista (Horae) há dois anos, mas é a primeira vez que assume um papel de grande relevância. “É uma grande responsabilidade primeiro de tudo. Representar alguém tão simples e sábio, mas com grande poder. Vai ser muito bom sentir na pele cada emoção do espetáculo” – conta Raphael.

De acordo com o diretor do Colégio, Irmão Marista Inácio Ferreira Dantas, por meio da arte, há uma ampliação dos laços da comunidade educativa marista com o público externo, em torno da história que mudou os rumos da humanidade. “Ao relembrarmos o que Jesus passou e sofreu por nós, somos convidados a assumir um lugar permanente no coração de Cristo, por meio da conversão. É um momento de reflexão e gratidão” – disse o religioso.

Serviço:

28 de março: Teatro do Marista, às 18h. Aberto à comunidade. Ingresso: 1kg de alimento não perecível.
31 de março: - APAE, às 15h
- Shopping Farol, às 19h
01 de abril: Teatro Marista – para educadores e funcionários.