O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu, em sessão, na manhã de hoje, reconduzir o prefeito eleito da Barra de São Miguel, Reginaldo Andrade (PTB), ao cargo. Por cinco votos a um, os juízes, que acompanharam a decisão de André Granja, relator do processo, entenderam que não havia provas suficientes da acusação de compra de votos contra Andrade.

O prefeito teve a diplomação cassada a pedido do Ministério Público. Andrade foi acusado de trocar voto por material de construção durante a campanha eleitoral. De acordo com Michel Galvão, advogado do prefeito, a nova posse na Prefeitura deverá acontecer na próxima segunda-feira. "Não temos como recuperar esses quatro meses que o meu cliente ficou afastado da Prefeitura, mas é muito importante que os juízes tenham entendido que as acusação não tinham fundamento", disse Galvão.

Após a cassação da diplomação de Andrade, Rosinha Cavalcante, segunda colocada nas eleições, assumiu a Prefeitura da Barra de São Miguel.