O ator Rui Ricardo Diaz, protagonista de "Lula, o Filho do Brasil", disse à coluna Mônica Bergamo desta quarta-feira (24) que não está decepcionado com o mau resultado do filme nas bilheterias. "Eu gosto do filme e acho que ainda tem potencial", afirma.

Questionado sobre o que achou da bilheteria conquistada pela produção, que está em 806 mil espectadores até agora, Diaz afirmou que a marca não é "tão ruim" para o Brasil. "O que aconteceu foi que se especulou demais e a expectativa era muito grande. Mas para mim é um resultado bacana."

O ator defende que parte da imprensa "pegou muito pesado" com o filme, transformando o longa em um filme político. "É um filme sobre a história de uma família, da relação de um filho com a mãe e os amigos", diz.