Mesmo após ter tido uma segunda eleição em março, o município de Centro Novo do Maranhão (norte do Estado) ainda não sabe quem será seu prefeito. Ontem, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Maranhão cassou o registro de Arnóbio Rodrigues (PDT), eleito para o cargo em 1º de março, com 53,36% dos votos válidos.

O motivo foi a desaprovação das contas da Câmara Municipal quando era presidida por ele, entre 2001 e 2002.

Em dezembro de 2008, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) havia cassado o registro do prefeito eleito em outubro, Domício Gonçalves da Silva (PRB), por considerá-lo inelegível. A coligação de Rodrigues, que havia sido derrotado por Silva, impugnou a candidatura do adversário.

O atual prefeito havia tomado posse em março e já está administrando o município. Agora, o TRE-MA determinou que o presidente da Câmara volte a assumir temporariamente o cargo de prefeito e marcou a terceira eleição para o próximo dia 24 de maio.

O advogado José Francisco Belém de Mendonça Júnior, que representa Santos, disse que vai recorrer da decisão. Segundo ele, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão já havia modificado o julgamento que rejeitou as contas de Rodrigues.