O épico futurista "Avatar" e o drama "Amor sem Escalas" ("Up In the Air") lideram a lista dos indicados para a 67ª edição do Globo de Ouro, concedido pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood e que será entregue neste domingo.

"Avatar", que também está na corrida para se tornar o filme de maior bilheteria de todos os tempos, conquistou quatro indicações, incluindo de melhor filme dramático e melhor diretor para James Cameron.

Mas o diretor de "Titanic" vai encarar uma boa competição com "Amor sem Escalas", a aclamada história de um alto executivo vivido por George Clooney que começa a questionar sua vida.
O filme lidera a lista com seis indicações, entre elas de melhor drama, melhor ator (Clooney), melhor diretor (Jason Reitman), e melhor atriz coadjuvante para Vera Farmiga e Anna Kendrick.

As esperanças de "Avatar" e "Amor sem Escalas" podem bater de frente, no entanto, com o drama da guerra no Iraque "Guerra ao Terror" ("The Hurt Locker"), da diretora Kathryn Bigelow.

Além de melhor drama, o filme levou indicação de melhor diretor para Bigelow, que já dirigiu o cult estrelado por Patrick Swayze "Caçadores de Emoção".

Outros indicados para melhor drama incluem "Bastardos Inglórios", de Quentin Tarantino, e "Preciosa," sobre uma adolescente obesa, sem instrução e vítima de agressões.

Tarantino também mereceu uma indicação para melhor diretor por seu filme, que levou quatro indicações.

No entanto, a surpresa ficou para a não indicação de "Invictus", o drama de Clint Eastwood sobre os esforços do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela para unir seu país dividido pelo apartheid.

Embora o filme tenha conseguido indicação de melhor diretor e melhor ator para Morgan Freeman, foi ignorado para a categoria principal.

Os adversários de Freeman como melhor ator dramático incluem Clooney, Jeff Bridges ("Crazy Heart"), Colin Firth ("A Single Man") e Tobey Maguire ("Entre Irmãos").

Ao contrário do Oscar, o Globo de Ouro divide a categoria principal em drama e comédia ou musical, assim como também premia as categorias relativas a produções da TV.

E os Globos de Ouro realmente são vistos como uma prévia para os indicados justamente ao Oscar, que será entregue no dia 7 de março.

Embora 67,4% dos filmes que levaram o Globo de Ouro também tenham ganhado o Oscar, a tendência não se registrou nos últimos anos.

O badalado "Quem Quer Ser Um Milionário?" foi o único filme que nos últimos cinco anos conseguiu juntar a vitória no Globo de Ouro com o Oscar.

Na categoria comédia ou musical, "Nine", de Rob Marshall, é o franco favorito em comparação com seus adversários, "Se Beber, Não Case", "Simplesmente Complicado" ("It\'s Complicated"), "Julie & Julia," e "500 Dias Com Ela".

"Nine", que fala de um diretor de filme italiano e as demandas de sua vida amorosa, levou cinco indicações, incluindo melhor ator para Daniel Day-Lewis e melhor atriz para Marion Cotillard e atriz coadjuvante para Penelope Cruz.

Cotillard vai disputar com Julia Roberts ("Duplicidade") Sandra Bullock ("A Proposta") e Meryl Streep, que recebeu dupla indicação na categoria comédia por "It\'s Complicated" e "Julie & Julia."

Bullock também recebeu duas indicações, uma na comédia e outra como melhor atriz dramática por "The Blind Side".

As outras indicadas nessa categoria são Emily Blunt ("The Young Victoria"), Helen Mirren ("The Last Station"), Carey Mulligan ("An Education") e Gabourey Sidibe ("Preciosa").

Na categoria televisão, também houve uma farta distribuição de indicações.

"Big Love", "Dexter", "House", "Mad Men" e "True Blood" disputam como melhor drama, enquanto "Entourage", as novatas "Glee" e "Modern Family", "The Office" e mais uma vez "30 Rock" foram indicadas na categoria melhor comédia ou musical.