O gerente da Petrobras em Alagoas, Marcos Gonçalves, participa no próximo dia 17 (domingo), a partir de 11h, no teatro do Colégio Marista, da cerimônia de abertura da Operação Centro – Nordeste do Projeto Rondon. O evento contará com a presença do General de Brigada Julio de Amo Junior, coordenador geral do projeto.

 

A Petrobras é uma das patrocinadoras do projeto, que em 2010, será ampliado em pelo menos 40%, por determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o projeto Rondon é uma iniciativa de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população e busca aproximar esses estudantes da realidade do País, além de contribuir, também, para o desenvolvimento das comunidades assistidas.

 

O Projeto Rondon é realizado em parceria entre diversos Ministérios e o apoio das Forças Armadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessários às operações. Conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais, da União Nacional dos Estudantes, de Organizações Não-Governamentais, de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público e de Organizações da Sociedade Civil.

 

As atividades realizadas pelos rondonistas, como são chamados os professores e estudantes universitários que participam do Projeto, concentram-se nas áreas de comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio ambiente; saúde; tecnologia e produção e trabalho.

 

Criado em 1967, o Projeto Rondon desenvolveu trabalhos sociais nas regiões mais carentes do país até 1989, quando foi suspenso, e criou uma lacuna no atendimento às populações mais desassistidas até 2003, quando foi reativado por sugestão da União Nacional dos Estudantes (UNE).