Agência Alagoas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Alagoas é rica em artesanato de raiz. Do Litoral à Zona da Mata, do Agreste ao Sertão, encontramos pessoas que dedicam sua existência ao fazer popular. São os mestres artesãos que a partir da madeira, barro, coco, metal, renda e tantos outros materiais representam a autêntica e diversificada arte de Alagoas.

De 15 a 24 de janeiro, no horário das 16h às 22h, reconhecidos mestres artesãos do Estado estarão reunidos na Feira de Artesanato do Norte e Nordeste (Artnor) 2010, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Jaraguá. Quem visitar o evento terá a oportunidade de conhecer o trabalho e um pouco da história de vida de 15 dos mais respeitados mestres artesãos alagoanos.

“Montaremos um espaço dedicado ao artesanato alagoano e de tradição. Neste ambiente, decorado com produtos típicos da região, iremos dispor espaço para os mestres artesãos e também para produtos artesanais apoiados pelos diversos projetos do Sebrae e Arranjos Produtivos Locais de Alagoas”, explicou André Garcia, gerente da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae/AL.

Entre os famosos mestres que estarão na Artnor 2010 está Clarice Severiano dos Santos. Dona Clarice, como é mais conhecida, é mestra rendeira reconhecida como Patrimônio Vivo de Alagoas. Aos 75 anos, coluna e vista cansadas, a mestra não para de rendar. Aprendeu a arte da renda de bilro ainda menina e, de lá para cá, transmite seus ensinamentos para as novas gerações.

Na semana passada Dona Clarice esteve em Maceió, no Memorial à República, para o lançamento do documentário “Clarice: um patrimônio vivo de Alagoas”. Na oportunidade, enquanto fazia renda, ela soltou: “Semana que vem venho a Maceió de novo para participar da Artnor”.

Além das famosas rendas de Dona Clarice, o público da Artnor também vai conferir as esculturas em cerâmica de João das Alagoas; a arte em madeira de André da Marinheira; as peças de barro de Dona Irineia Rosa; o artesanato produzido pelos mestres da Ilha do Ferro, que transformam troncos de madeira em diversas obras de arte e demais produtos confeccionados por nossos mestres.

Durante a Artnor, também haverá apresentações artísticas de grupos folclóricos de dança e música e espaço para lançamento de livros e CD de autores e artistas alagoanos.