Batalhão Ambiental apreende carvão ilegal e crack em Penedo

  • Redação
  • 25/12/2009 04:18
  • Interior
Aqui Acontece

Policiais do Batalhão da Área de Proteção Ambiental – APA, da Marituba do Peixe, em Penedo, fizeram a apreensão de diversos sacos de carvão vegetal na tarde da quarta-feira (23), na Rua Sabino Romariz, no centro histórico da cidade.

De acordo com o sargento Brandão que estava no comando da operação, os sacos estavam no local onde eram comercializados por uma mulher identificada por Maria de Lourdes Santos, 50 anos, que acompanhou os policiais até sua residência que servia de um depósito. Dona Lourdes infringiu o artigo 46 da Lei 9605/98 que pune quem comercializa carvão vegetal sem a devida licença expedida pelos órgãos competentes.

Enquanto o cabo Hermes e os soldados Luiz, Alder e Willian, ficaram no local da apreensão do carvão, Sgtº Brandão decidiu verificar se no ambiente indicado como depósito havia sacos de carvão. Ao passar por dois elementos que estavam sentados numa calçada, o militar percebeu que eles tentaram esconder alguma coisa embaixo de uma pedra.

Voltando ao local ele descobriu que se tratava de pedras de crack’s que seriam comercializadas pelos elementos. Foi chamado reforço e dada voz de prisão aos acusados que foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Civil de Penedo para ser lavrado o flagrante.

Na delegacia ficou detido apenas Robert Valério Gomes, 28 anos, já que dos três acusados, um foi testemunha e o outro era menor. A droga foi contada somando 24 unidades, que possivelmente seriam vendidas por R$ 10 reais cada. Também foi encontrada com Robert a quantia de R$ 156 reais que pode ter sido proveniente do tráfico.