Os gêmeos siameses que nasceram nesta quarta-feira (8), no Hospital Materno Infantil de Goiânia, foram submetidos a uma cirurgia na manhã desta quinta-feira (9). A direção do hospital informou que não se trata da separação dos bebês, mas apenas um procedimento reparatório. A cirurgia deve ser concluída na tarde desta quinta-feira.

A mãe das crianças, uma professora baiana, segue internada no hospital. Os médicos disseram que os bebês estão unidos pelo tórax, abdome e bacia. Eles têm três pernas e um único fígado.

O pai dos bebês, que também é professor, informou que a família mora em Botuporã (BA) e disse que a mãe pediu para não fossem feitas imagens das crianças. 

Nascimento

O parto durou cerca de 50 minutos e mobilizou dez médicos. Segundo um dos médicos da equipe, o caso dos gêmeos Artur e Heitor é complicado.

O Hospital Materno Infantil de Goiás é referência na realização de cirurgias de separação de gêmeos siameses. Nos últimos dez anos, os médicos da unidade já realizaram cinco cirurgias deste tipo entre os 14 casos registrados na maternidade. A última foi realizada em novembro do ano passado.