Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Foram quase 50 mil consultas médicas realizadas. Mais de 184 mil visitas domiciliares concluídas em toda região de Coruripe. Os dados informados correspondem ao fechamento até o mês de outubro, contabilizado pela equipe de agentes comunitários do Programa Saúde da Família (PSF), que cuida do monitoramento em cada povoado.

 

Dados do IBGE apontam Coruripe como o segundo maior município alagoano em extensão territorial. O coordenador de Assistência à Saúde, o médico José Arnaldo Oliveira, destacou que mesmo com a distância entre os 27 povoados, a região vem recebendo cobertura do PSF.

 

“Nossa equipe tem procurado intensificar o atendimento e criar dias especiais para o usuário, como, por exemplo, a dia da gestante. Com o planejamento do trabalho e fazendo a descentralização do atendimento, realizamos as coletas na localidade com apoio do agente de saúde, o que proporciona maior comodidade aos pacientes”, frisou.

 

De acordo com a coordenadora de Atenção Básica, Fátima Porto, o acompanhamento as famílias tem dado resultado por conta dos profissionais que atendem em cada povoado. “O agente destinado a prestar o serviço reside na mesma localidade, o que facilita na hora da abordagem realizada a cada paciente. Temos o cronograma com visitas mensais e destacamos uma atenção especial, realizando quatro visitas por mês. Mesmo assim, dependendo da demanda, o agente retorna a residência do paciente”, explicou.

 

 

 

+ AÇÃO SAÚDE

 

Vacinação

 

Atendendo as etapas das campanhas de vacinação nacional do Ministério da Saúde, que tem o objetivo de evitar uma sobrecarga nos serviços de atenção básica, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, o município atingiu a meta de 95% de vacinação, entre crianças, jovens e idosos. Foram duas campanhas contra paralisia infantil (poliomielite), além da campanha da vitamina A para crianças menores de 5 anos e uma campanha contra influenza para imunizar idosos. Também foi realizada a busca ativa dos sintomas respiratórios para detectar a tuberculose - ativação e implementação da vacina BCG (contra tuberculose) e hepatite B na maternidade. Outra ação foi mutirão realizado para detectar glaucoma, além de uma campanha de Vacinação Anti-Rábica Animal.

 

Reforma e Ampliação

 

A população foi contemplada também com a inauguração da unidade de saúde Santa Terezinha, a reforma geral na unidade de saúde do povoado Poxim, além de melhorias com a mudança de imóvel das unidades de saúde do Miaí de Cima e de Lagoa do Pau.

 

Mortalidade Infantil

 

Outra grande conquista que constata o avanço na qualidade da saúde na região foi a reativação do Comitê de Prevenção e Redução de Mortalidade Infantil e Fetal, no mês de novembro. O trabalho terá o envolvimento municipal dos cartórios, das secretarias, do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e hospitais.

 

Prevenção de doenças

 

A pasta da Saúde aguarda liberação do Ministério da Saúde para executar o atendimento a população por meio da equipe de profissionais do Núcleo de Atenção à Saúde da Família (NASF). O núcleo inicialmente será composto por nutricionista, psicólogo, assistente social, fisioterapia e profissional de educação física. O programa é mantido pelo governo federal. Nas visitas, a equipe do Nasf irá realizar atividades socioeducativas e culturais, bem como orientar os moradores acerca da prevenção de doenças e hábitos para uma vida saudável.

Coruripe teve de elaborar projeto com o território de atuação, as atividades que serão desenvolvidas, a forma de contratação dos profissionais com especificação de carga horária, identificação das equipes de Saúde da Família e a unidade de saúde que credenciará o Núcleo.

 

Para iniciar os trabalhos o MS exigiu oito equipes para cobrir o atendimento, que funcionará em parceria com o pessoal das equipes do PSF que atende as famílias na região de Pindorama, Barreiras, Areias, Miaí de Cima e de Baixo.