Agência Alagoas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O governador Teotonio Vilela Filho lançou sexta-feira (18), em Piranhas, o Programa Alagoas Mais Ovinos, voltado para a reestruturação da cadeia produtiva do setor. Com recursos de cerca de R$ 3,35 milhões do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), 30 municípios do Sertão serão beneficiados, com a inclusão de 750 famílias.

“Esse programa veio para fomentar e valorizar a atividade da ovinocaprinocultura nesta região, num trabalho de parceria com o Arranjo Produtivo Local”, disse o governador, que fez a entrega dos primeiros animais a algumas famílias que já foram cadastradas.

Ao todo, mais de 5 mil ovinos e caprinos serão disponibilizados às famílias de agricultores familiares, que deverão devolver as crias desses animais após um período de cinco anos, com dois anos de carência,de acordo com a quantidade de animais que tiverem recebido.

Uma das famílias beneficiadas para o primeiro módulo foi a de Flávio Nobre de Souza, de 20 anos de idade, morador do Sítio Boa Vista, em Piranhas. Segundo ele, a família formada por sete pessoas já cria algumas ovelhas, mas de qualidade genética inferior.

“Quando vendemos, os animais têm cerca de 10 quilos e custam R$ 70,00”, completou o agricultor, que estava animado ao saber que os animais da raça Santa Inês que ele recebeu chegarão a um peso de abate e de venda três vezes maior.


Outra família cadastrada foi a de dona Maria dos Santos, de 45 anos. Ela mora com a família no Assentamento Nossa Senhora da Saúde e também ficou feliz ao receber os animais do governador Teotonio Vilela.

“Esse programa vai revolucionar a ovinocaprinocultura no Estado”, declarou o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, Jorge Dantas. De acordo com ele, as ações do Alagoas Mais Ovinos também envolvem manejo, comercialização e formação de módulos para produzir alimentos para os animais.

“Tudo isso será beneficiado com a entrada em funcionamento de duas unidades de beneficiamento: uma em Delmiro Gouveia e outra em Santana do Ipanema”, explicou Dantas.

Para a prefeita de Piranhas, Melina Freitas, a atividade da ovinocaprinocultura faz parte da economia local e precisa ser incentivada. “É uma honra ver Piranhas sendo a primeira cidade contemplada”, afirmou.

Acompanharam o lançamento do programa o gestor do APL Ovinocaprinocultura no Sertão, Reginaldo Guedes; o presidente da Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos, José Teodorico Araújo; o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário, Edson Maruta, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri); o gestor do Programa Alagoas Mais Ovinos, Sílvio Azevedo; a superintendente da Seagri, Inês Pacheco; o diretor da Seagri, Manoel Sampaio.

Também estavam presentes prefeitos, deputados, vereadores e lideranças da região.