As receitas dos municípios, estados e União tendem a se recuperar ao longo dos próximos meses. A avaliação é do secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, que participou hoje (8) da reunião mensal da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara. O encontro é fechado à imprensa.

“Os efeitos da crise [financeira internacional] foram concentrados em um determinado período e aos poucos a arrecadação de todos os entes [da Federação] deve voltar a ter o crescimento esperado”, afirmou o secretário, após sair da reunião.

Segundo o secretário, as desonerações feitas pelo governo federal são no sentido de “evitar uma perda de atividade econômica e emprego”. Para Augustin, há tributos estaduais e municipais que podem passar a ter desempenho melhor no médio prazo devido às desonerações que estimulam a atividade econômica.

Augustin afirmou que o governo federal estuda medidas para atender, principalmente, municípios de menor porte que enfrentam dificuldades financeiras. O secretário não adiantou quais medidas serão tomadas.