A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) informa que os valores cobrados nas tarifas do Transporte Intermunicipal de Passageiros Convencional (ônibus) não irão sofrer reajustes. Em ofício enviado à Arsal, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de Alagoas (Sintran) solicitou a suspensão do pedido de reajuste na ordem de 26% para as passagens de ônibus intermunicipais.

No ofício, a Sintran alega que “com o agravamento da crise financeira e no sentido de evitar um aumento na tarifa, onde o usuário seria o mais penalizado, não achamos oportuno aplicar o reajuste neste momento, o que provocaria uma maior retração na demanda”.

A Sintran solicita ainda à Arsal a intensificação nas ações de combate ao transporte clandestino de passageiros feito por vans não autorizadas e táxis-lotação.

De acordo com Waldo Wanderley, presidente da Arsal, a fiscalização do transporte intermunicipal de passageiros, que acontece em parceria com o Batalhão de Polícia Rodoviária Veicular (BPRv), já foi intensificada em operações fixas e volantes realizadas pela Arsal ao longo das rodovias. Hoje, 718 veículos complementares e onze empresas de ônibus são autorizadas para realizar o transporte intermunicipal em Alagoas.