Alagoas é um dos poucos estados brasileiros onde as obras em parceria com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) seguem sem atrasos no cronograma. A informação foi passada pelo governador Teotonio Vilela Filho, durante a visita às obras do Governo de Alagoas em Maceió na manhã desta quarta-feira (9). Além de vistoriar os canteiros de construção, a visita teve como objetivo prestar contas das ações do Governo em Maceió no dia do aniversário de 194 anos de fundação da capital alagoana.

Ao todo, foram visitados canteiros de cinco obras: a construção do conjunto Santa Maria, que vai receber 821 famílias da orla lagunar que não dependem da pesca na Lagoa Mundaú; o viaduto que vai ligar o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares a Rio Largo; o esgotamento sanitário da Baixa Maceió, que vai promover o saneamento de áreas de Joaquim Leão, Vergel do Lago e Virgem dos Pobres; a construção do conjunto Vila São Pedro, que vai abrigar os pescadores e marisqueiras da orla lagunar e a urbanização integrada do Vale do Reginaldo que, dentre outras ações, prevê a construção de 1.512 novas habitações para as famílias da região.

Destas cinco obras, apenas a construção do viaduto aeroporto - Rio Largo não faz parte do PAC : os recursos, na ordem de R$ 17 milhões, são oriundos do Ministério do Turismo e contrapartida estadual. Já as outras quatro intervenções contam com recursos do PAC e do tesouro estadual e totalizam investimentos na ordem de R$ 141 milhões.
Na ocasião, o governador Teotonio Vilela foi recepcionado por lideranças comunitárias locais, a exemplo de Vânia Teixeira, liderança da comunidade Sururu de Capote e Antônio de Lima, o “Fuscão”, líder comunitário do Vale do Reginaldo, e ouviu as demandas dos moradores dessas regiões.

Avanços - Algumas das obras do PAC em Alagoas estão tão avançadas que já são destaque em níveis regional e nacional. “A urbanização integrada da orla lagunar, que abrange a construção dos conjuntos Santa Maria, no Tabuleiro, e Vila São Pedro, no Vergel, é a mais avançada obra habitacional do PAC no Nordeste. Já o esgotamento sanitário da Baixa Maceió é a intervenção em saneamento com maior percentual executado em todo o Brasil”, comemora o secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, que acompanhou o governador nas visitas.

O secretário de Infraestrutura também adiantou outra boa notícia: novas unidades habitacionais do conjunto Vila São Pedro deverão ser inauguradas no primeiro trimestre de 2010.

Também acompanharam o governador na visita às obras o secretário adjunto da Infraestrutura, Fernando Nunes; o secretário de Estado da Comunicação, Nelson Ferreira; o ouvidor geral do Estado, Claudionor Araújo, e os deputados estaduais Fernando Toledo, Alberto Sextafeira, Rui Palmeira e Marcos Barbosa.