Assessoria - TJ
Desembargador Tutmés Ayran

Seis coronéis da Polícia Militar, que estavam na reserva, terão que voltar às atividades. A decisão foi tomada na manhã de hoje pelos desembargadores da 1ª Camara Cível Ivan Britto e James Magalhães. Tutmés Ayran, também integrante da 1ª Câmara Cível, pediu vistas ao processo e deve anunciar seu votos dentro de 15 dias.

"Na decisão de hoje foi mantida o que foi determinado em primeira instância", afirmou Tutmés.

Com a determinação, Antônio Joca Pimentel, Cláudio Omena, Rubens Goulart, Marco Antônio Brito, Nerecinor Sarmento e Reinaldo Cavalcante voltam às atividades. A medida atinge também Luciano Coutinho, Dário César Barros e o comandante-geral da PM, Dalmo Sena Sampaio, que receberam promoções recentemente e voltarão a ser tenentes-coronéis.