A comunidade de Piranhas e os componentes da Banda de Música Municipal \'Filarmônica Mestre Elisio\' estão de luto pelo falecimento do Maestro Cafal, ocorrido ontem, vítima de suicídio. Cícero Francisco de Brito, que era conhecido em todo o sertão de Alagoas como \'Cafal\', utilizou um revólver, calibre 38, e atirou no ouvido.

Cafal estava à frente da Banda há muitos anos e, recentemente, tinha sido internado no Hospital da Polícia Militar de Aracaju, vindo a fugir da Unidade Hospital na última segunda-feira após ter sido diagnosticado que estava com cirrose.

O sepultamento será logo mais às 09 horas, saindo do feretro do Conservatório Municipal de Música para o cemitério do Centro Histórico.