A Polícia Militar de Alagoas iniciou nesta segunda-feira (7) o treinamento de 60 jovens com idades de 18 a 24 anos para o serviço de atendimento do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), que é responsável pelo registro de ocorrências da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e da Polícia Civil em Maceió e na grande Maceió.

De acordo com o chefe do Centro Integrado de Operações da Defesa Social, major PM Moisés Nascimento, todos terão três meses de instrução para conhecimentos na área de atendimento à população. O principal objetivo, segundo ele, é substituir os policiais militares, civis e bombeiros militares que atualmente trabalham neste tipo de serviço para que possam atuar nas atividades fins .

“A perspectiva é que em fevereiro do próximo ano eles já comecem a trabalhar como atendentes do Ciods”, explicou o major. Hoje os alunos conheceram parte da história da Polícia Militar de Alagoas e informações sobre as patentes nas corporações. Eles também terão aulas de informática e geolocalização, além de outras disciplinas que serão avaliadas durante período de estágio de adaptação no Ciods. O curso funcionará na Academia da Polícia Militar, de segunda a sexta-feira, em horário integral.

A iniciativa partiu de um convênio entre o Governo do Estado e o Soprobem (Serviço de Promoção e Bem-Estar Comunitário). Um dos requisitos para a frequência na atividade é estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio. Para quem ainda frequenta as salas de aulas, será dada prioridade aos estudos, uma vez que o horário de trabalho deve ser diferente da escola. O contrato será de um ano renovável por mais um.