Os museus representam a conservação do patrimônio cultural da sociedade. O profissional responsável por cuidar desse bem deve possuir interesse por artes, cultura e história, além de estar em contínuo processo de aprendizagem. Neste contexto, o Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa) realiza, nos dias 9 e 10 de dezembro, o I Curso de Atualização para Gestores de Instituições Museológicas.

Na abertura do curso, os participantes vão discutir políticas públicas para a área museológica. No âmbito nacional, uma das primeiras ações do Ministério da Cultura (MinC), na gestão 2003/2006, foi propor uma política nacional voltada para o setor museológico. Em Alagoas, há um ano foi criado o Sistema Alagoano de Museus (Sam), que trabalha no fortalecimento das instituições locais.

“As dificuldades nesta área são nacionais. Para se ter uma ideia, até o ano de 2000 só existiam dois cursos superiores de museologia: um na Bahia e outro no Rio de Janeiro. Em Alagoas só temos quatro museólogos. A realização do curso de atualização para profissionais de museus é uma maneira de suprir essa carência”, explicou Fernando Lôbo, coordenador do Sam.

Além de políticas públicas para área, os participantes também vão assistir a aulas sobre educação patrimonial, restauração e museu como agente de formação e informação. No encerramento do curso, o secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas, vai abordar o tema Cultura como Agente de Transformação: O Papel do Poder Público.

O curso conta com cinco horas didáticas realizadas no mini-auditório do Museu Palácio Floriano Peixoto, Praça Mal. Floriano Peixoto, 517, Centro. O evento é gratuito. Mais informações: (82) 3315-7874.