Cortesia: Vanessa Alencar / Alagoas 24 horas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Imprudência. Foi assim que peritos do Detran qualificaram a colisão envolvendo um ônibus da empresa Real Alagoas que fazia a linha Sanatório /Ponta Verde de placa MLW 0743/AL, um Corsa de cor prata e placa MVE 6875/AL e uma mobilete. O acidente causou as mortes de três mulheres.

O acidente foi registrado em um dos trechos da Avenida Muniz Falcão, entre os bairros do Farol e Barro Duro, em Maceió.

Segundos os militares do Corpo de Bombeiros que estiveram no local atendendo as vítimas, a motorista do Corsa, identificada como Givaneida da Silva Vitor, 31,  teria colidido com a mobilete que descia a ladeira Muniz Falcão. Com o acidente ela perdeu a direção e colidiu de frente com o ônibus que era dirigido pelo motorista Fábio Silva Saores, 37 e que vinha em sentido contrário.  A colisão foi forte e causou as mortes de três das ocupantes do Corsa.

A gravidade do acidente levou ao local quatro viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros. Uma das equipes teve de usar um equipamento para cortar as ferragens do veículo para retirar os corpos das vítimas que ficaram presos.

Além das três vitimas fatal, uma quarta vítima ficou ferida e foi socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Por telefone a reportagem do Cada Minuto entrou em contato com o serviço social do HGE para obter informações sobre o estado de saúde da vítima, mas não obteve sucesso.