Liminar de juíza autoriza que esgoto de edifícios sejam jogados na orla

  • Redação
  • 04/12/2009 08:40
  • Maceió
Cortesia - Primeira Edição

Uma decisão da juíza Maria Valéria Lins Calheiros permite que três edifícios de luxo da capital alagoana continuem despejando lixo na orla de Maceió. A informação foi confirmada pelo Secretário Municipal do Meio Ambiente, Ricardo Ramalho, que apresentou à imprensa, na manhã desta sexta-feira (04) uma liminar com a decisão da magistrada.

Os moradores dos condomínios Mansão Lazar Segal, Varandas do Mar e Granada foram beneficiados com a decisão. De acordo com a liminar, a juíza ordenou que os tampões que foram colocados para impedir a passagem do esgoto sejam retirados. No entender da magistrada, por esta num período próximo ao de chuvas, tampar os canais poderia provocar inundações nos residenciais.

Ricardo Ramalho disse ainda que o esgoto sanitário de pelo menos 15 edifícios é jogado ao mar. A secretaria está em fase de estudo em dois edifícios enquanto nos outros 10 já foram iniciados os processos de tamponamento.

O secretário disse ainda que o órgão não pretende recorrer e vai esperar o julgamento do mérito.