Música, literatura, dança, teatro, artesanato. São muitas as facetas da cultura, principalmente em terras brasileiras, berço de gente criativa. Para alavancar essa indústria, que gera muitos empregos, o país inteiro debate o assunto. Em março do ano que vem acontece a Conferência Nacional de Cultura. Alagoas está envolvida nesse processo.

 

Nesta segunda-feira (30), às 19h, acontece a abertura da II Conferência Estadual de Cultura, no Centro de Exposições Ruth Cardoso, em Jaraguá. O governador Teotonio Vilela já confirmou presença.

 

As discussões seguem durante toda a terça (1º), das 9h às 18h, ainda no Centro de Exposições. O governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), está na direção deste evento.

 

O fórum participativo vai reunir, em um só lugar, os interessados em política cultural – do artista popular ao erudito, dos produtores ao público e dos ativistas aos gestores municipais. Todos juntos para discutir diversidade, cidadania e desenvolvimento.

 

Essa experiência já foi vivenciada nas etapas preparatórias do evento. Nas conferências municipais e intermunicipais os participantes opinaram, debateram e elegeram dezenas de diretrizes para a política cultural do Estado, como a criação de espaços multiculturais, fóruns de debates permanentes e reformulação da Lei Rouanet.

 

Para Cícero Farias, representante da Associação dos Folguedos Culturais da Zona Sul, a arte pode ser instrumento de transformação da realidade de crianças de rua. “É fundamental que nossos mestres envolvam os jovens em sua arte. Eu mesmo já presenciei um garoto largando as drogas para se envolver com dança”, afirmou Cícero, eleito delegado na Conferência Municipal de Maceió, em outubro.

 

Além da capital, Arapiraca, Viçosa, Penedo, entre outros municípios das diferentes partes do Estado, também elegeram delegados. Estes são representantes regionais com direito à voz e voto na II Conferência Estadual de Cultura. A primeira aconteceu há quatro anos.

 

Na etapa alagoana serão eleitos cerca de 50 delegados para representar o Estado na conferência nacional, que será realizada em março do próximo ano, em Brasília. Mais informações: blogs.cultura.gov.br/cnc.