A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio do Conselho Municipal da Condição Feminina (CMCF), realizou, na quarta-feira (25), duas palestras abordando a violência na sociedade e o perfil das mulheres vítimas de violência na cidade de Maceió.

O evento faz parte de um ciclo de mobilizações realizadas em virtude do Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres, comemorado dia 25 de novembro. A palestra aconteceu no auditório do Centro de Ensino e Aprendizado de Alagoas (Ceap), na Pajuçara.

Segundo a presidente do CMCF, Eulina Rego, o intuito dessas palestras é discutir a violência no âmbito educacional. “O dia 25 de novembro não é um dia de comemoração, e sim de reflexão e questionamentos sobre a violência contra a mulher. Devemos nos empenhar na divulgação dos mecanismos de proteção a mulher, como as casas abrigo, centros de referências e delegacias, como também na divulgação das leis como a Lei Maria da Penha”, salientou.

A secretária municipal de Assistência Social, Sandra Arcanjo, destacou a importância de cada cidadão se conscientizar no que pode fazer para minimizar a violência. “Não podemos calar diante de tanta violência, e isso envolve olharmos o que fazemos no caso da violência contra qualquer ser humano”, disse.

Na última terça-feira (24), o conselho participou da sessão especial para debater a importância do Dia Internacional da Não-Violência Contra as Mulheres. Na próxima segunda-feira (30), o Centro Especializado de Assistência Social (Creas) em parceria com o CMCF, realizará um seminário sobre violência contra mulher, no Ceap, a partir das 8 horas.

Estiveram presentes ao evento as vereadoras Rosinha da Adefal e Tereza Nelma, além de representantes de órgãos de defesa da mulher e estudantes. As palestras foram ministradas pelos assistentes sociais Valter Tenório e Andrea Pacheco.