O Parque Municipal de Maceió possui 82 hectares repletos de diversas espécies da Mata Atlântica, trilhas ecológicas e áreas para atividades educacionais e de lazer. Além de tudo isso, o local possui uma área de compostagem que sendo fundamental na recuperação de áreas degradáveis em Maceió.

Todo o material que é podado e triturado pela Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) é levado para a área de compostagem do Parque Municipal. Lá, os galhos e folhas que chegam secos começam a passar por um processo de seis fases. Na etapa final, o material se transforma em um composto orgânico ideal para a recuperação de áreas degradáveis em parques e praças, por exemplo.

Para o coordenador geral do Parque Municipal, Simplício Medeiros, o que a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) faz é dar um destino nobre a um material que, antes, iria para o Lixão. “A Prefeitura de Maceió transforma o que seria lixo e entulho em um composto orgânico cheio de vida”, disse ele.

O maceioense que se interessar em ter o conhecimento de como funciona todo o processo de compostagem pode entrar em contato com os técnicos do Parque Municipal pelo o telefone 3315-3827.

Quem quiser obter o composto orgânico para plantar hortaliças também pode se dirigir ao parque. Diversos tipos já estão sendo cultivados no local e o cidadão pode ver, in loco, como funciona todo o processo para a plantação de vegetais como alface, couve e pimenta, entre outros.