Fiscais da Vigilância Sanitária Municipal entregaram um relatório de recomendações físico-sanitárias à diretoria do Estádio Rei Pelé e à Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). Os pontos apresentados serão necessários para que o Estádio possa ser liberado para os jogos do Campeonato Alagoano de Futebol 2010.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Visa, esteve reunida com a Secretaria de Esportes, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, além do engenheiro responsável pela execução das obras de reforma do Rei Pelé para definir o cronograma de trabalho de recuperação do estádio.

“Garantir a segurança da população alagoana é nosso dever. Precisamos ter consciência que a prevenção é a única maneira de evitarmos problemas futuros. Queremos que os torcedores saibam que somos a favor do Campeonato, e muito mais do bem estar da comunidade maceioense”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Lins.

Segundo Alex Tenório, técnico em vigilância sanitária da Visa, o relatório de recomendações já havia sido entregue no ano passado, quando a reforma no Estádio Rei Pelé foi anunciada. “O relatório só foi reentregue aos responsáveis pela reforma. Nele, constam inúmeras recomendações que passam por cuidados sanitários e estruturais. Somente depois de uma reforma completa no Rei Pelé podemos liberar para os jogos”, afirmou o responsável pela vistoria da Visa.

Ainda segundo o técnico constam no relatório adequações como: ampliação de sanitários nos banheiros feminino e masculino e conserto dos aparelhos sanitários existentes; reorganização da parte elétrica que se encontra exposta, ampliação do número de lixeiras e reforma de paredes infiltradas sem material impermeabilizantes.

“A Vigilância não quer proibir a realização do campeonato, mas garantir a segurança de torcedores e dos próprios usuários do estádio. Seguindo as normas de segurança e condições físico-sanitárias, estaremos evitando danos ao patrimônio e às pessoas”, concluiu.

As recomendações são baseadas no Estatuto do Torcedor e Código Sanitário Municipal de Maceió.
Mais Notícias