Jogadores do Paraná ameaçam fazer greve e não treinam

  • Redação
  • 24/11/2009 08:24
  • Futebol

Uma situação inusitada chamou a atenção nesta terça-feira na Vila Capanema. Os jogadores do Paraná se recusaram a fazer o treinamento desta manhã, sob alegação de atraso em pagamentos que seriam de direitos de imagem.

O grupo esperava pelo presidente Aurival Correia, mas teve que se contentar com uma conversa com o diretor de futebol, Paulo Wetel, e com o gerente do departamento, Beto Amorin. O mandatário não apareceu no clube.

Apesar da conversa com os dois dirigentes não houve acordo e os jogadores boicotaram o treinamento.

À tarde, uma nova atividade está programada para as 16h (de Brasília), mas ainda não há garantia de participação do elenco. O presidente Aurival, desta vez, deve comparecer à Vila.

E ainda que não treinem durante a semana, os jogadores devem participar do jogo com o Fortaleza, na próxima sexta-feira, na rodada final da Série B.