Todas as lojas Bompreço e Hiper Bompreço estão abastecidas para as Festas de fim de ano. Este ano, o consumidor vai encontrar nas unidades da rede preços baixos e uma maior quantidade de produtos, em volume e variedade. “A queda do dólar proporcionou à rede ampliar a oferta de itens e baixar ainda mais os preços. Por isso, esperamos crescimento nas vendas de 20%, em comparação ao mesmo período do ano passado”, diz o diretor comercial do Bompreço, Jéferson Silva.

 

Toda a categoria de alimentos está com preços até 20% menores do que os praticados em 2008. Devido às melhores condições de custo dos importados, itens tradicionais, como bacalhau, frutas secas, queijos e chocolates, chegam mais baratos à mesa do consumidor este ano.

 

As aves, por exemplo, chegam ao mercado custando até 10% menos do que no ano passado. O “frangão” – ave menor que o peru e maior que um frango tradicional – deve ganhar lugar de prato principal na ceia. O produto é, em média, 20% mais barato que o habitual peru. A expectativa é que 60% das carnes natalinas comercializadas pela empresa no período sejam desse tipo.

 

O bacalhau também teve seu preço reduzido. O peixe está com valor médio 20% mais barato que no ano passado. O dólar e a oferta de pescado na China e na Noruega colaboraram para a queda de preço. O Bompreço planeja vender de 20% a 25% mais carnes do que o Natal passado. “Todos querem comprar um peru ou um frangão para a ceia de Natal e uma carne para o Ano Novo”, diz Jéferson.

 

Para a linha de vídeo e informática, o volume de pedidos para o Natal deste ano é entre 20% e 25% maior na comparação com 2008. Os notebooks devem continuar entre os itens mais procurados, com crescimento na venda de 20% previsto pela rede, ante o mesmo período do ano passado. Assim como as TVs de tela fina, que com a proximidade da Copa do Mundo deve ter sua procura ampliada em 40% neste Natal. No setor de brinquedos, o Bompreço também ampliou em 20% a oferta de itens.

 

Nos eletrodomésticos, as geladeiras, fogões e máquinas de lavar devem continuar na preferência do consumidor. A rede comprou de 10% a 15% produtos a mais que no ano passado. “Na linha branca, esperamos aumentar a vendas em 30%”, conta Jéferson.

 

Cesta Natalina

 

O produto está disponível no Bompreço em quatro modelos diferentes, com tamanhos e preços variados, para atender os mais diversos públicos. Com 18 itens, cada, os modelos Papai Noel e Boas Festas são os mais populares. As opções “Feliz Natal” e “Noite Feliz” trazem 24 produtos, cada uma. Todas as cestas vêm com espumante e panetone.

 

Pratos prontos

 

Para facilitar a vida do consumidor, pratos da ceia podem ser encomendados nas unidades Hiper Bompreço, com até 48 horas de antecedência. O cardápio é completo vai de saladas e guarnições a aves e carnes.

 

O menu deste ano traz os tradicionais assados, peru, chester, pernil e lombo, além lombo suíno ao molho de limão, bacalhoada e salmão com alcaparras. Entre as guarnições, o Bompreço traz diferentes receitas de arroz e farofa, salada de bacalhau e salpicão de frango. Para complementar as sugestões, a rede oferece tábuas de queijos e frios.

 

Pagamento

 

O Bompreço está parcelando em até 6 vezes, sem juros, no cartão Hipercard, produtos alimentícios ligados à sazonalidade, como peru, pernil, whisky, chester, entre outros. No caso de eletrônicos, informática e eletrodomésticos, o parcelamento chega até 12 vezes, sem juros, também no cartão Hipercard.

 

As cestas natalinas podem ser parceladas em até 3 vezes, sem juros no Hipercard.