Ilha Grande é a meca do ecoturismo no Rio

  • Redação
  • 23/11/2009 21:19
  • Turismo

Ilha Grande, no Rio de Janeiro, é o lugar ideal para quem busca entrar em contato com a natureza e se aventurar pelo desconhecido.

São 86 praias espalhadas por 193 km², rodeadas por Mata Atlântica, areia branca e água cristalina.

Diversas operadoras de turismo se estendem pela via principal da Vila do Abraão – povoado em frente ao porto -, oferecendo pacotes de passeios para os turistas por um preço alto, que varia de acordo com o tamanho do barco e os serviços de bordo.

Mas é possível desbravar a ilha a pé, acompanhado de um guia ou em grupos. A passos largos e determinados, gasta-se três horas para subir até o Pico do Papagaio e uma hora e meia para descer. (Foto: divulgação).

É preciso ir cedo, em um dia ensolarado e sem nuvens para conseguir observar toda a ilha do alto. Durante o trajeto, quedas d’água ajudam a refrescar.

Para aproveitar o tempo e conhecer mais lugares no mesmo dia, vale a pena negociar um roteiro personalizado com algum dos pescadores da região, que deixam seus barcos atracados em Abraão.

Além de sair mais barato, você pode escolher seu destino. É possível, por exemplo, descer nas Lagoas Azul e Verde para fazer mergulho e nadar entre tartarugas, peixes coloridos e cavalos-marinhos.

Serviço
Não há aeroportos em Angra dos Reis ou em Mangaratiba, de onde saem as balsas que levam à Ilha Grande. Além disso, não é permitido o acesso de automóveis, motocicletas ou outros veículos particulares na ilha (uma dica é deixá-los no continente, em estacionamentos pagos).

Onde ficar:
Santana\'s Camping www.santanascamping.com.br - r. Santanas, Vila do Abraão. (24) 3361-5287 e (24) 3361-5209

Onde comer:
Durante os passeios, os barqueiros costumam estacionar em Japariz para os turistas almoçarem. Três restaurantes servem almoços caseiros e pratos típicos por um preço relativamente salgado. Na Vila do Abraão também há pequenos restaurantes. Caso você fique em um camping, verifique a disponibilidade da cozinha e leve de casa os ingredientes para fazer sua própria comida.

Aonde ir:
Vale reforçar que Ilha Grande não é o destino certo para quem busca badalações, shoppings ou qualquer outro tipo de luxo. Rodeado por praias, o lugar é perfeito para entrar em sintonia com a natureza. A trilha para Lopes Mendes, apesar de longa e pesada (leva-se duas horas e meia para percorrê-la à pé) é interessante pela experiência. O percurso passa pelas praias Julia, Palmas, e Mangues. Outras sugestões são a Lagoa Verde, a Lagoa Azul e o Saco do Céu, que abriga centenas de estrelas do mar gigantes.

À noite, a pracinha da Vila Vila do Abraão fica cheia e os bares oferecem batidas e petiscos a preços justos. Na praia de Palmas rola um forró, mas é preciso ir de barco.