Arquivo CadaMinuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O presidente do sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas afirmou, na manhã desta (23), que uma nova greve no sistema prisional é inevitável. Segundo Jarbas Souza, a paralisação deve ocorrer até o final deste mês e será por tempo indeterminado.

O sindicalista colocou que a situação no Sistema Prisional é caótica e disse que o governo do estado retroagiu com todas as negociações com as categorias de segurança pública, que já se preparam para uma unificação de classes.

“Não há a mínima condição de manter os trabalhadores sacrificando-se em prol do melhor serviço no Sistema Prisional Alagoano, sem que haja o reconhecimento necessário”, destacou Souza afirmando que há mais de três anos a categoria vem pleiteando um aumento salarial.

Sobre a defasagem no salário, ele acrescentou que a resposta do governo para não conceder aumento sempre é sustentada pela Lei de Responsabilidade Fiscal. “Esse discurso do governo já está se tornando indigesto. Sem proposta de melhoras na segurança Pública fica impossível os servidores continuarem os seus trabalhos”, concluiu Souza.