O Comitê de Emergência da Fifa suspendeu nesta sexta-feira (20) a Federação de Futebol do Iraque por intervenção governamental. Enquanto forças de segurança nacionais estiverem no controle da sede da entidade, no país do Oriente Médio, clubes e seleção iraquiana estão proibidos de disputar competições e amistoso.
Segundo comunicado oficial da entidade, o Comitê Olímpico Iraquiano dissolveu a Federação no último dia 16. A sede da entidade foi tomada por forças de segurança. Imediatamente, o órgão máximo do futebol determinou prazo de três dias para restabelecer a situação. Como nada mudou, o Comitê de Emergência decidiu pela suspensão.

Com a medida, além da não participar de competições e amistosos internacionais, a Federação Iraquiana e seus membros não terão mais direito a voto em congressos e deixarão de receber assistência financeira da Fifa. Uma exceção foi aberta pelo Comitê Emergencial: a seleção feminina sub-16 tem permissão para disputar o festival regional de futebol que será realizado na Jordânia, entre os próximos dias 22 e 29.

Confira trecho do comunicado da Fifa:
As medidas tomadas pelo Comitê Olímpico Iraquiano e as forças de segurança são inaceitáveis para a Fifa e estão em total contradição com os estatutos da IFA e da Fifa. Os atuais membros do Comitê Executivo da IFA são os únicos interlocutores reconhecidos e a Fifa espera que sejam rapidamente restabelecidos.