SSP-SE Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true


O pistoleiro Alagoano Cícero Ferreira da Silva, conhecido como Tito, que foi preso ontem em Sergipe após ter recebido R$ 30 mil reais de um empresário para matar Naldinho da Farmácia e mais três pessoas, tem vários crimes em Alagoas.

Um dos mais cruéis foi o assassinato de sua própria esposa, no último dia 25 de agosto, no bairro de Guaribas em Arapiraca.

Tito entrou na casa de Maria Lucia da Silva, 30 anos, com outras três pessoas em uma L-200 verde, com placa de Sergipe, e a executou com um tiro na cabeça.

Maria Lucia, que estava de cama após ter fraturado a perna em uma queda de moto, foi morta na frente do seu filho menor que só escapou após ter se escondido.

Os familiares de Maria Lúcia não quiseram falar com a reportagem, mas confirmaram que Tito foi o autor deste e de vários outros assassinatos em Arapiraca