Na próxima segunda e terça-feira (16 e 17) sete consultores e dois técnicos da Secretaria Nacional de Assistência Social, do Ministério de Desenvolvimento Social (Snas/MDS), vão capacitar em média 40 servidores da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades). A reunião vai acontecer das 8 às 16h30, no hotel Atlantic Suítes (antigo Meliá), com objetivo de fortalecer o Estado para a construção Pacto de Aprimoramento de Gestão, visando o planejamento das ações da Secretaria para 2010.

 

De acordo com a secretária da Seades, Solange Jurema, este suporte será importante para melhorar a capacidade da gestão. Ela explicou que o apoio à gestão descentralizada do Sistema Único de Assistência Social (Suas) remete ao investimento do governo federal na cooperação técnica e financeira ao Estado. “Isso ajuda a integrar esforços e ações governamentais para a implantação e consolidação do Suas na região”, concluiu

 

Segundo a superintendente de Sistema Descentralizado, Cristina Nolasco, a equipe da Seades vai apresentar o perfil do Suas, a estrutura, as demandas e necessidades da Secretaria, a fim subsidiar o trabalho dos consultores. “Serão dois dias de trabalho intensivo e o resultado vai ser plano de trabalho”, disse Nolasco.

 

Ela disse que vão ser discutidas as áreas de Gestão da Informação; Gestão Financeira; Gestão de Regulação; Capacitação e Gestão do Trabalho; Planejamento; Gestão da Proteção Social Básica e Gestão da Proteção Social Especial. Respectivamente, pelos consultores Maria Cristina de Oliveira Marques, Francisco Carlos Petrus, Marina Fragata Chicaro, Maria Ângela Rocha Pereira, Rubenildo Ferreira de Moura, Mariangela Ribeiro, Marcia Cristina Lassari. Também vão estar presentes os técnicos Becchara Miranda e Magda Tavares Pereira.

 

Cristina Nolasco ressaltou ainda os avanços da gestão quanto à reestruturação da Secretaria de acordo com a Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social (Nob/Suas). Outro avanço foi o co-financiamento do Estado aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), aprovado esta semana.

“Tivemos muitas vitórias, mas ainda é preciso avançar na formação e qualificação de quadros da Secretaria e dos municípios e apoiá-los para se habilitarem na gestão plena do Suas, além de co-financiar e regular os benefícios eventuais”, afirmou a superintendente de Sistema Descentralizado da Seades.