A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas, por meio da Comissão de Direitos Humanos, vem a público manifestar seu pesar diante do assassinato do policial civil Anderson Lima, chefe do Tigre, que se destacava com presteza dentro da corporação, na luta constante do dia a dia no combate à violência no nosso Estado. Estendemos aos familiares, amigos e companheiros de instituição nossas condolências. E colocamos a instituição OAB/AL a inteira disposição de todos.