“Prevendo” pandemia, prefeito fez orçamento para gastar meio milhão comprando caixões

  • Redação
  • 16/07/2020 09:58
  • Coluna Labafero

Antes mesmo do início, de fato, da pandemia do novo coronavírus no Brasil, ao que parece, a Prefeitura de São Miguel dos Campos, curiosamente, anteviu o impacto da onda de contágio. 

Conforme dados do Portal da Transparência, ainda no dia 8 de janeiro, o Município fez uma cotação de preço de pouco mais de R$ 597 mil para a compra de caixões destinados para as famílias carentes da cidade. 

Além desse orçamento feito, a Prefeitura ainda homologou a empresa que provavelmente venceria a licitação. Trata-se da A. C. Serviços e Artigos Funerários. A informação tomou conta da cidade depois que um professor gravou um vídeo pedindo explicações ao prefeito Pedoca Jatobá. 

No vídeo, que tem circulado nas redes sociais, o professor expressa sua indignação diante desse fato. De acordo com ele, na rede municipal de saúde de São Miguel dos Campos falta remédio para a população.

 A quantia investida pela Prefeitura, ainda segundo o professor, para a compra dos medicamentos, não se compara à orçada para a compra dos caixões. Ele cobra ação da câmara de vereadores do município no sentido de “fiscalizar” as ações do prefeito.

Mas será que o prefeito realmente previu a dimensão da pandemia?