Foto: Ascom TCE
Presidente da Controladoria Geral da União em Alagoas, Moacir Rodrigues de Oliveira

(Atualizada às 14h08)

O superintendente da Controladoria Geral da União em Alagoas, Moacir Rodrigues de Oliveira, afirmou em entrevista ao programa TC News, da TV Cidadã, que até esta terça-feira (14), 20 mil servidores públicos - municipais e estaduais - e comissionados em Alagoas receberam indevidamente o auxílio emergencial pago pelo Governo Federal, durante este período de pandemia.

Foram mais de 13 milhões de reais pagos irregularmente. Todos devem devolver o dinheiro aos cofres públicos. Da lista atualizada do cruzamento que a CGU vem realizando já constam os resultados dos cruzamentos do Governo do Estado e do TCE.

Somente no Executivo Estadual foram identificados 2.100 servidores que receberam o auxílio emergencial. Na Corte de Contas foram dez servidores. As listas com os nomes dos servidores que receberam o auxílio emergencial indevidamente já estão sendo enviadas aos gestores para que eles acompanhem o recolhimento dos valores aos cofres da União.

Além dos municípios e do governo, foram solicitadas as folhas de pagamento da Assembleia Legislativa de Alagoas, Ministério Público Estadual e Câmara Municipal de Maceió. As listas com os nomes dos servidores que receberam o auxílio emergencial indevidamente já estão sendo enviadas aos gestores para que eles acompanhem o recolhimento dos valores aos cofres da União.

Ainda durante a entrevista, Moacir disse que até agora 70 municípios alagoanos disponibilizaram os dados para o cruzamento da CGU, em parceria com órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado de Alagoas e o Ministério Público de Contas de Alagoas. O superintendente afirmou também que este trabalho continua, para identificar pessoas que não se enquadram nos critérios pré-estabelecidos, mas estejam recebendo ou receberam o benefício.

O presidente do TCE-AL já determinou a diretoria de Recursos Humanos para notificar os 10 servidores para se justificarem com urgência, sob pena de demissão após processo administrativo.

Mais informações sobre essa situação, você acompanha na entrevista completa no TC News, apresentado pelo jornalista Valtenor Leôncio, na TV Cidadã (canal 35.2), no Facebook ou no YouTube.

Veja a relação, atualizada, até hoje (14), dos municípios que já disponibilizaram os dados para o cruzamento da CGU. Clique aqui.

*com Assessorias TCE e MPC