Seguro-desemprego: solicitações em Alagoas caem 44,3% em junho e mais de 4 mil pedidos foram registrados online

  • Redação
  • 09/07/2020 22:23
  • Economia
Foto: Reprodução / Internet
Carteira de Trabalho

Os pedidos de seguro-desemprego em Alagoas tiveram uma redução de 44% no mês de junho.  Foram 4.593 solicitações, dentre as quais 90,8% foram realizadas pela internet. Segundo dados divulgados pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, em maio, o estado registrou 8.247 mil solicitações, número maior que o registrado em abril e maior que o mês de maio de 2019.  

Conforme os dados divulgados nesta quarta-feira (9), Alagoas foi o sétimo estado do país e o segundo do Nordeste com menos trabalhadores a pedir o auxílio, atrás apenas de Sergipe, que teve 4.525 pedidos.

O estado também apresentou redução em junho na comparação com o mesmo período do ano passado, quando registrou 4.939 pedidos do seguro.

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, também se destaca o crescimento no número de pedidos feitos pela internet. Alagoas registrou, em junho de 2019, apenas 5 pedidos online de seguro-desemprego. Já em junho de 2020, foram 4.169 pedidos, 90,8% do total.

No Brasil, 653,160 mil pedidos de seguro-desemprego foram registrados no mês de junho, 32% a menos que no mês de maio, que bateu 960.309 mil. Ainda segundo o levantamento do Ministério da Economia, os homens foram quem mais deu entrada no seguro, com percentual de 60,4%. O nível de escolaridade predominante é o ensino médio completo (59%) e a faixa etária é de 30 a 39 anos.

Os estados que registraram o maio número de pedidos do seguro-desemprego no mês de junho foram:  São Paulo (199.066), Minas Gerais (70.333) e Rio de Janeiro (52.