Foto: Ilustração / Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Trata-se de mais uma fake news o vídeo onde aparece um homem sendo retirado de um túmulo por policiais militares. Através de um áudio gravado, de autoria não identificada, uma pessoa diz que o homem teria sido enterrado vivo após ser diagnosticado por engano com o novo coronavírus. A informação é falsa.

“O camarada com problema de coração foi enterrado vivo. O médico diagnosticou que ele estava com Covid e disse que o homem tinha morrido, mas só tinha desmaiado. E agora o coveiro ia passando na hora e viu um som na catacumba. Então chamaram a polícia. A vergonha dos médicos brasileiros”, diz um trecho do áudio.

Na realidade, a gravação foi feita em janeiro de 2019, em um cemitério da cidade de Tarauacá, no interior do Acre, na região Norte do Brasil e não tem qualquer relação com a pandemia do coronavírus, decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) apenas em 11 de março deste ano.

De acordo com informações de um dos maiores sites de notícias do Acre, o homem teria ficado preso no túmulo após ingressar no espaço na tentativa de se despedir do pai, que havia falecido dias antes na cidade.

 

*Com Agência Alagoas