Marta Nunes é professora adjunta da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS. Possui graduação em Química Industrial pela Universidade de Santa Cruz do Sul, mestrado em Química pela Universidade Federal de Santa Maria e doutorado em Química Orgânica pela Universidade de São Paulo. No ano de 2010 foi consultora em Projeto de Execução Nacional pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (ONU/PNUD). Atuou nos anos 2012-2013 como Técnica Ensino Superior de Licenciamento Ambiental na Prefeitura Municipal de Santa Maria.No ano de 2018 realizou um pós-doutorado na Universidade da Califórnia em Davis/CA/EUA, em pesquisa sobre mulheres nas ciências naturais e exatas, engenharia e computação.
Na infância uma professora disse para Marta Nunes que ela nunca seria ninguém. E hoje, no dia do aniversário (21/06), Marta Nunes  conta sua história:


"Eu estava na 3ª série do Ensino Fundamental e estava resolvendo um cálculo de matemática.
A professora pediu para responder em voz alta. Não lembro da pergunta, mas lembro que respondi 49, e estava errado.
A professora riu e disse que aquele era o número de anos que   ficaria na 3ª série. Eu tinha apenas 9 anos! No ano seguinte  fui parar na turma dos "problemáticos".Brigava quase todos os dias, fui para a direção por quase matar a professora do coração( levei uma arranha caranguejeira de plástico para a aula) e matei aula (de matemática) pela primeira vez.Fui pega né!
A minha sorte foi a quantidade de coisas legais que ouvi de [email protected] [email protected] nos anos seguintes: a inspiradora professora Janice (português), Dalila de Geografia (convidava pra comer bolo na casa dela) e uma de matemática que a gente costumava ir na casa dela também.
Tenho admiração profunda pela profissão que escolhi e sou grata [email protected] [email protected] que tive na minha formação básica, mas teve uma época que eu tinha vontade de esfregar na cara daquela professora os meus dois diplomas de graduação, o de mestrado o de doutorado e contar sobre meus dois pós doutorado.
É importante saber como as atitudes marcam  [email protected], alguns conseguem superar, outros acabam ficando pelo caminho, infelizmente."