Deputada Cibele Moura defende que repasse de auxílio-merenda a estudantes seja feito imediatamente

  • Assessoria
  • 09/06/2020 18:53
  • Política
Foto: Assessoria
Cibele Moura

A deputada estadual Cibele Moura (PSDB) cobrou, durante a sessão desta terça-feira (9), na Assembleia Legislativa Estadual (ALE), que o Governo do Estado libere o auxílio-merenda para os estudantes da rede pública durante o período da pandemia e isolamento social. A parlamentar lembrou que a matéria foi aprovada pela Casa há quase dois meses e até agora o recurso, no valor de R$ 55, não chegou na conta das famílias dos estudantes, como havia sido estabelecido.

Cibele disse ainda que a Lei nº 8.241, de 27 de janeiro de 2020, de autoria dela, autoriza o governo a garantir merenda nas férias e recesso escolar. O Estado fez alteração na matéria, encaminhou um projeto de lei ordinária à ALE, para disponibilizar o recurso, em vez da merenda, mas até o momento o dinheiro não foi liberado.

Lembrou também que a Casa aprovou o projeto do governo em 15 dias. “É um valor de 55 reais, vai fazer quase dois meses que esse projeto foi aprovado pela Assembleia, e até agora as famílias não estão recebendo. A gente já vem com uma discussão de fim do isolamento, de voltar a economia, que eu acredito que tem que ser feita, porém o isolamento vai acabar e esse recurso não vai chegar”, afirmou.

Ela disse também que o dinheiro, mesmo sendo pouco, é um caminho para garantir segurança alimentar aos alagoanos mais vulneráveis. Então, fica aqui o meu pedido para que o governo do Estado, através das autoridades competentes, que olhe para essas famílias, esses jovens que de fato estão precisando muito. Esse recurso, mesmo que mínimo, e a gente sabe que é muito pouco, pode contribuir muito com as famílias mais carentes de Alagoas. Se não cuidarmos dos nossos jovens, teremos um problema muito grande no futuro do Estado”, declarou.

Transporte intermunicipal

Durante a sessão, Cibele também pediu aos deputados para que seja dada celeridade na apreciação de projeto de lei de autoria da parlamentar que libera transporte rodoviário intermunicipal, regular e complementar, pelo Poder Executivo do Estado de Alagoas,de passageiros na vigência de situações de emergência, calamidade pública ou anormalidade, como a que o mundo enfrenta com a pandemia de coronavírus (Covid-19). A matéria tramita na Casa desde 2 de abril.