Foto: Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Hospital Regional de Arapiraca

Com uma ocupação de leitos próxima de 100%, Arapiraca apresenta um crescente número de casos confirmados de coronavírus a cada novo boletim epidemiológico divulgado. Nesta terça-feira (2), o município registrou 58 novos infectados e mais três óbitos.

No total, a capital do Agreste alagoano tem 658 casos confirmados de Covid-19 e 30 mortes em decorrência da doença.

Os novos casos são: 26 pacientes do sexo masculino e 33 do sexo feminino, com idades de 18 a 72 anos, residentes nos bairros Massaranduba, Capiatã, Canafístula, Centro, Verdes Campos, Cavaco, Laranjal, Bom Sucesso, Bananeiras, Primavera, Jardim de Maria, Caititus, Capim, Baixão, Cacimbas, Ouro Preto, Brasiliana, Santa Esmeralda, Boa Vista, Jardim Tropical, Zélia Barbosa, Padre Antônio Lima, Planalto, Pau D’Arco, Itapõa, Alto do Cruzeiro, Novo Horizonte e São Luís II.

Segundo informações divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), há 996 casos suspeitos e outros 17 óbitos em investigação, aguardando resultados de exames. O número de recuperados soma 309 e 2.961 casos já foram descartados.

Os três óbitos são: Uma pessoa do sexo masculino e duas do sexo feminino, com idades de 46,64 e 74 anos, residentes dos bairros Bom Sucesso, Alto do Cruzeiro e Baixa do Capim. Os óbitos aconteceram no Hospital Regional e em domicílio.

Dentre as 59 pessoas infectadas, cujos casos foram confirmados nas últimas 24 horas, 58 permanecem hospitalizadas.

De acordo com a SMS, os resultados apresentados nesta terça-feira são oriundos das amostras de testes rápidos na Unidade Sentinela, em Laboratórios particulares e no Lacen.

Também nesta terça, a assessoria do Governo de Alagoas anunciou que Arapiraca está com 92% dos leitos clínicos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes em tratamento de Covid-19 ocupados. A taxa de ocupação se aproxima de 100% e o Comitê Científico do Consórcio Nordeste alertou para o risco de colapso e sugeriu que fosse adotado o “lockdown” no município.

Confira os dados do boletim epidemiológico desta terça-feira (2):

 

*Sob supervisão da editoria