Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Tomadas

 


 

Com a recomendação do isolamento social, os alagoanos têm passado mais tempo em casa e é natural que as pessoas aproveitem esse tempo adicional para tirar projetos do papel e realizar obras e reparos pendentes. Entretanto, nesse momento de quarentena os cuidados com a segurança em atividades que precisam de energia elétrica não podem ser deixados de lado. Por isso, a Equatorial Energia Alagoas faz o alerta para que pessoas possam executar os serviços de forma segura e assim evitem acidentes.

O executivo de Segurança da Equatorial, Rafael Clemente, destaca que nas últimas semanas, notícias sobre acidentes com a energia envolvendo a população dentro de casa se tornaram bastante recorrentes. Ligações clandestinas e o manuseio de aparelhos eletrônicos próximos a água estão entre as principais causas.

“Infelizmente é muito comum as pessoas iniciarem obras sem solicitar o pedido de ligação a Equatorial e fazerem arranjos na hora que precisam usar a energia durante a construção. As gambiarras sempre apresentam uma falha no padrão técnico e de segurança da instalação, o que coloca em risco a vida das pessoas”, explicou.

Clemente explica que os acidentes mais comuns durante essas intervenções indevidas na rede são o choque elétrico, curto circuito e incêndios com potencial de causar morte. “Além de ser crime previsto artigo 155 do Código Penal Brasileiro, a ligação clandestina afeta a qualidade do fornecimento e pode aumentar as interrupções no sistema de distribuição de energia elétrica causados por diversos problemas como falta de energia, rompimento de condutores e queima de equipamentos”, reforçou.

De acordo com o executivo, ao fazer pequenos reparos, mesmo com as instalações de energia regularizadas, é necessária atenção e respeitar a distância mínima para a rede da Equatorial. Dessa forma é possível evitar contato acidental de escadas e andaimes com a rede elétrica. E se for instalar uma antena, é preciso ter cuidado para não colocar próximo à rede elétrica, pois há risco de contato na fiação e consequente choque.

É preciso ter cuidado ao utilizar aparelhos eletrônicos em locais úmidos. A água e energia não combinam e potencializam o risco de acidentes. Por isso, é importante evitar tocar os equipamentos com as mãos e/ou pés molhados e realizar consertos em instalações elétricas próximo a locais com armazenamento de água, como caixas d’água e piscinas. Além disso, recomenda-se usar calçado de borracha na hora de fazer qualquer reparo que envolva energia, a fim de minimizar o risco de acidentes.

Rafael reforça que não se deve fazer improvisações, como desencapar fios e conectá-los, nem utilizar fios emendados. Chama atenção também ao uso do famoso “T” (benjamim) para ligar aparelhos elétricos. A utilização do objeto pode dar origem a um curto-circuito ou princípio de incêndio, se houver sobrecarga na instalação elétrica. A empresa recomendar a utilização do filtro de linha como opção para ligar vários equipamentos ao mesmo tempo.

A Equatorial orienta ainda que se alguém for vítima de choque elétrico dentro da unidade consumidora, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga. A melhor forma de ajudar é desligar o disjuntor ou a chave geral e ligar para emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas, é preciso acionar a distribuidora pelo telefone 0800 082 0196 para que seja feito o desligamento da energia.