Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O mundo enfrenta uma pandemia e os reflexos afetam diversos setores, do pequeno agricultor familiar, ao empresário de um grande centro fabril, em diferentes partes do mundo. Isso não poderia ser diferente em Penedo. Mais uma das cidades brasileiras que seguem os protocolos de enfretamento ao vírus. Buscando traçar um plano para a reabertura gradual do comércio, o prefeito Marcius Beltrão (PDT), participou nesta terça-feira (26), de videoconferência com secretários, presidentes de entidades e empresários de diversos segmentos.

O debate foi proposto pelo Sindicato do Comércio Varejista de Penedo (Sindilojas) e mediado por sua presidenta, Ana Luiza Soares. A dirigente e também empresária, conduziu as perguntas, abriu para os questionamentos dos participantes e afirmou que os empresários estão prontos para construir, com o Município e a Câmara de Vereadores, um protocolo de flexibilização.

“Primeiramente, quero agradecer a participação de todos e do prefeito neste debate. Também afirmo que os empresários estão unidos e querem participar deste processo de construção de reabertura gradual do comércio. Já adianto que o Sindicato vai enviar à Câmara uma solicitação de participação dos empresários nos debates relacionados ao Projeto de Lei que estabelece sanções para quem descumprir os protocolos sanitários. O comércio apoia a inciativa”, afirmou Ana Luiza Soares.

ESTRUTURA DA SAÚDE

Empresários também questionaram o prefeito sobre a estrutura que o Município dispõe para o enfretamento ao Coronavírus. E se a abertura gradual do comércio fica condicionada ao funcionamento dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O chefe do Executivo explicou:

“O prédio do antigo SEMEP se encontra em reforma, o que deve durar cerca de 30 dias. Serão 10 leitos de UTI e 43 de retaguarda. Esse aparato ficará permanente para Penedo, não apenas durante a pandemia. Também estamos montando um Centro de Síndromes Gripais na Escola Santa Luzia, as camas devem chegar até quinta. A Santa Casa de Misericórdia também vai entrar na luta. A entidade pretende instalar sete leitos de UTI e 10 de retaguarda. Tudo isso será para enfrentar o vírus. E estamos comprando 5 mil testes de imunofluorescência de detecção do Coronavírus. Com essa estrutura, o Governo de Alagoas vai tornar Penedo referência de uma microrregião, buscando desafogar outras cidades”.

Quanto ao condicionamento de abrir o comércio só com UTI já em pleno funcionamento, Marcius Beltrão explicou: “Isso podemos rever com o apoio dos empresários, conscientização da população e instrumentos legais para aplicar sansões aos que não queiram cumprir as orientações. Não irei abrir o comércio diferente disso. Porém, quero a participação de todos nesta luta. Até porque, teremos que discutir com o Tribunal de Justiça de Alagoas, visto que, existe uma portaria orientando que as Prefeituras sigam o decreto estadual.”

TRANSPORTE COLETIVO E FAKE NEWS

Presente à videoconferência, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Pedro Sores, reafirmou a necessidade de um plano para que o comércio possa ser reaberto gradativamente e também lembrou para que todos deixem de escutar informações que não partam de meios oficiais.

“Para pensarmos na reabertura é essencial um plano. Não devemos pensar em abrir o comércio de qualquer forma. Precisamos seguir todas as orientações dos órgãos competentes. E quero lembrar aos presentes, que uma coisa muito importante neste momento é deixar de dar ouvidos a qualquer tipo de informação. Fake News não vai nos ajudar em nada. O prefeito é uma pessoa aberta ao debate, onde vocês podem ter acesso para dirimir dúvidas, existem os assessores diretos e a mim como secretário desta área. Vamos trabalhar para que tudo ocorra da forma correta”, pontou o gestor da Sedetur.

O prefeito também disse que vai incluir no plano o retorno do transporte coletivo. Porém, será necessário, se vier a ocorrer, que todos sigam algumas orientações. “Vou incluir os proprietários de ônibus neste plano. Lembrando que se a conversa andar, eles terão que se adequar, seguir algumas orientações sanitárias. Claro, que eles irão analisar se é viável o retorno neste momento, porque dentro das recomendações, o transporte de passageiros deverá ter a lotação reduzida, todos com máscaras e sem ocupantes de pé”, encerrou o prefeito de Penedo de Marcius Beltrão.

Ao final, ficou definido a formação de uma comissão com empresários, vereadores, Vigilância Sanitária, Assistência Social e Segurança Pública. Os trabalhos para a elaboração do plano de abertura gradual do comércio já devem iniciar ainda nesta semana. O gestor também deixou bem claro que se flexibilizar o comércio e os números se contaminados aumentaram, tudo deverá ser fechado novamente.