Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Nesta terça-feira (26), a Prefeitura de Maceió renovou os contratos com as quatro cooperativas de catadores de reciláveis para custear a continuidade da prestação do serviço. A assinatura foi realizada pelo superintendente Gustavo Acioli Torres, titular da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), órgão responsável pela gestão dos contratos, e as representantes das cooperativas Cooprel Benedito Bentes, Cooprel Antares, Cooplum e Coopvila.

Titular da Sudes, Gustavo Acioli explica que a renovação garante por mais um ano o serviço de coleta seletiva em Maceió, beneficiando tanto a população quanto os catadores de recicláveis das cooperativas.
“Garantimos por mais um ano esse serviço tão importante para que a reciclagem não pare em Maceió. A renovação dos contratos fortalece a coleta seletiva como uma das medidas para a destinação adequada dos resíduos sólidos, reduzindo também o quantitativo que é encaminhado ao aterro sanitário e que pode ser reutilizado”, afirma Torres.

O superintendente reforça ainda que, em virtude da pandemia da covid-19, o serviço porta a porta continua suspenso, visando a saúde e a segurança dos catarores, mas que a população pode participar da coleta seletiva normalmente. “Em breve, voltaremos com o serviço de coleta porta a porta, mas por enquanto a população pode participar da coleta seletiva deixando o reciclável nos PEVs”, disse Gustavo Acioli Torres.

Maria José da Silva é presidente da Cooplum, localizada no bairro Jacarecica. Ela explica que atualmente a cooperativa conta com 32 cooperados e que a renovação desse contrato é muito importante para garantir a manutenção da renda dos trabalhadores.

“Essa renovação é a garantia que nós temos para a manter o trabalho da cooperativa de pé. Nessa época tão difícil para todos, é muito importante receber esse incentivo. Isso fortalece a parceria que firmamos com a Prefeitura, que ajuda tanto os cooperados quanto a população”, afirma Maria.