Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true



25 de  maio é dia de afirmar a liberdade preta/africana.
Dia de resistência e resiliência.
Foi em 1963, no 25 de maio que 30 líderes africanos se reuniram em um grande encontro de debate de ideias e ações para  oficializar a luta do continente contra o colonialismo e o apartheid. 
Territórios! 
A reunião aconteceu em Adis Abeba, capital da Etiópia, e nesse encontro líderes afirmaram a "libertação"  do continente africano das ideias colonizadoras da Europa  e promoveram a caminhada determinante para a emancipação dos países africanos.
Pertencimento!
Uma liberdade, ainda que simbólica,mas, enfatizava o desejo de um continente mais unido, organizado, desenvolvido e livre.
Representatividade! 
Neste encontro foi criada a Organização de Unidade Africana (OUA), que em 2002 foi substituída pela União Africana 
Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 25 de maio como o Dia da África ou, o Dia da Libertação da África.
Após  57 anos da reunião de líderes, sob o peso da invisibilidade, o Continente Africano,  patrimônio cultural e material da humanidade continua em marcha pelo empoderamento e fortalecimento das suas riquezas geográficas, históricas e humanas.
Ancestralidade!
Vivam, Áfricas!