Ilustração Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Entre linhas coloridas e meias sem utilização, o talento nato das rendeiras alagoanas e o design dos franceses vão mudando o tradicional filé de Alagoas. É que desde da semana passada 30 artesãos de Marechal Deodoro participam do projeto Meias Orfãs, numa iniciativa do Governo de Alagoas em parceria com algumas instituições, numa ação que celebra o Ano da França no Brasil.

O projeto consiste na criação da coleção Filé das Alagoas inserido no projeto Meias Órfãs, que traz a experiência da estilista franco-brasileira Márcia de Carvalho, que mora na França há mais de 20 anos. Para isso, desembarcaram em Alagoas oitos alunos da Escola de Moda ESMOD, na França, em que a estilista Márcia de Carvalho, coordena a integração entre os alunos franceses e alunos brasileiros, além dos artesãos de filé selecionados anteriormente, até a próxima semana, no dia 9 de novembro.

Foi montado um ateliê no município de Marechal Deodoro, na sede do IFAL, onde as portas serão abertas no dia 3 de novembro para a visitação pública e à imprensa, das 9 às 13h. As peças da coleção Filé das Alagoas serão apresentadas ao grande público em um desfile de abertura no evento de moda Maceió Fashion Design, no dia 10 de novembro.

O projeto Meias Orfãs em Alagoas e a criação da coleção Filé das Alagoas recebe o apoio de diversos parceiros, dentro do Governo de Alagoas as Secretarias do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística (Sedec) – que abriga o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB Alagoas), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)-, do Planejamento e Orçamento (Seplan) e da Cultura (Secult). A ação conta com o patrocínio da Prefeitura de Marechal Deodoro, Braskem, Sebrae Alagoas e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL), além do apoio da Norvinco, Fika Frio e Aliança Francesa.

O Governo do Estado tem promovido capacitações para melhoria da qualidade estética dos produtos artesanais, segundo a diretora de Design e Artesanato da Sedec, Vania Amorim, para sustentar o objetivo de desenvolver o setor e estimular a produção de um artesanato diferenciado.

As doações de meias devem ser feitas na sede das seguintes instituições e empresas: Sedec; Seplan; Secult; Prefeitura de Marechal Deodoro (Secretarias de Cultura e de Tuismo); Braskem; Sebrae Alagoas; IFAL (unidades de Maceió e Marechal Deodoro); Aliança Francesa; e Fika Frio.