© DR Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Bebê

Alagoas registrou nesta quinta-feira (21) a segunda morte de um bebê em decorrência da infecção do novo coronavírus. A criança de apenas dois meses era natural do município de Maragogi e estava internada no Hospital da Mulher.

No início deste mês de maio, o Estado registrou a morte da vítima mais jovem, que foi um recém-nascido de apenas dois dias.

A morte da menina de dois meses foi confirmada no Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), juntamente os dados das 11 mortes registradas nas últimas 24h em todo o estado.  De acordo com o boletim, a bebê apresentou uma comorbidade de sepse neonatal precoce.

Entre as vítimas fatais, registradas ontem, que moravam na capital alagoana, o homem de 72 anos já havia sofrido um AVC e faleceu no Hospital Universitário; o homem de 63 anos era diabético e teve óbito registrado no Hospital da Mulher; o homem de 77 anos era diabético e cardiopata e faleceu no Hospital do Coração; o homem de 74 não tinha comorbidades e faleceu em sua residência; a vítima do sexo masculino de 60 anos era diabético e faleceu no Hospital Sanatório; a vítima de 41 anos era obesa, hipertensa e faleceu no Hospital Geral do Estado. Já a mulher de 60 anos tinha doenças cardíacas crônicas e faleceu no Hospital Universitário.

Outros quatro óbitos eram de pessoas residentes no interior do estado. Entre as vítimas, tres mulheres e um homem. A mulher que morava em União dos Palmares tinha 48 anos, não tinha registro de comorbidades e faleceu na Unidade de Emergência Daniel Houly; a mulher de 78 anos que residia em Piaçabuçu era diabética e teve óbito registrado na Unidade de Emergência Daniel Houly; O homem de 80 anos que morava em Maragogi era hipertenso e faleceu no Hospital da Mulher.